PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket DES-ENCANTOS .................... blogo de notas: Abril 2005

25 de abril de 2005

25 do 4 = vinte e cinco do quatro

Esta é a frieza das palavras, e dos números.
O significado exacto tende a esbater-se, talvez mesmo a ser esquecido.
O DN por ex. chegou ao cúmulo de evocar, na data, Franco em 4 (!) páginas,
relegando para a sombra os outros heróis que fizeram história no secXX.
Para além de um excelente FOGO de artifício, a que assisti...fica aquela imagem
decrépita da Avenida, qual desfile dos 'avós'.
Image hosted by Photobucket.com

20 de abril de 2005

"Habemus? non habemus..."

'Non habemus'é minha convicção, se é que de convicção se trata..
O fumo nem foi negro, nem foi branco...pareceu antes cinzento.
Confesso(-me)que nunca gostei muito de cinzentos.
Gosto de audácia, mudança, não da desilusão que vem sobretudo do facto
de se ter escolhido um homem do 'aparelho', '78 anos'.
E as aquelas 'ténues'(?) ligações ao 'nazismo'!!!

17 de abril de 2005

Chegaram

Image hosted by Photobucket.com

Expressamente

Expressamente a partir desta data não mais lerei uma linha, ouvirei um comentário,
prestarei atenção a qualquer referência a tão sórdido processo que dá pelo 'nome brilhante' de apito dourado. Tresanda. Incomoda. Ultrapassa o imaginável.
Grave: as 'personagens'/personalidades continuam aí, têm tempo de antena...enfim.
A perversa imaginação popular já diz que afinal FCP, são afinal'Farras Com P... ou Pequenas de Porte fácil'.

12 de abril de 2005

As rugas de Variações

Pois, é verdade, já não é um sonho....20 anos depois da morte de António Variações e na altura em que ele faria 60 anos se ainda fosse vivo, Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves, Camané, David Fonseca e outros, formaram uma banda, os Humanos, para nos darem um belo disco: as canções que António Variações nunca gravou.
Descobri-os a 'sério' nos últimos dias.
Os Humanos trouxeram de novo Variações, como se ele afinal não tivesse morrido:perpetuaram-no no tempo.
Fascinante ouvir a voz de Camané naquele registo e é quase hilariante e descobrir como a sua voz é próxima da de Variações. Manuela Azevedo aparece num registo novo, sobretudo numa das faixas: as 'rugas' são um espanto, num excelente dueto. Duvida-se que seja ela. Ouvir David Fonseca a cantar em português é sempre melhor que ouvi-lo em inglês.
Estas canções parece que estavam escondidas pelo próprio Variações para, depois da sua morte física, o recordarmos como um génio. Este é mais um daqueles homens cuja morte prematura nos faz lamentar anos a fio a sua ausência, como se não fosse justo sermos privados da continuidade da sua obra.
Ele, onde está, certamente está muito orgulhoso do trabalho que os outros fizeram do que é seu.
Repito: é obrigatório ouvir a faixa «Rugas». E proibir a A.lencastre e o 'tal banco'
de falarem das suas rugas.Banalizar assim uma canção não.
A sonoridade agrada-me sempre; a mensagem inquieta.

11 de abril de 2005

A monarca desapareceu

As alterações no Planeta dirão uns, outros que é o saque ao planeta, que continua:
certo é que a monarca, minha borboleta de estimação, desde que com ela voei sobre a imensa
América, até ao seu destino 'fatal no México...desapareceu! Para sempre?
Não sei...mas foi mais um desencanto.

2 funerais e um casamento

Eis o resultado destes 2 funerais e do 'tal' e intrigante casamento real...tão pouco Real.
Verdadeiramente real só o desaparecimento fisico de JPauloII,referência na história do sec XX, que ele tão bem ajudou a 'escrever'.
Pena o mediatismo vazio e bacoco de tanta TV, jornais, revistas...
Acontecimento atrás de acontecimento, fui-me ausentando, este espaço ficou vazio...
Como se tal não bastasse 'a partida' que o Clix me fez: 'o sinal morreu', desapareceu durante 6 dias...Tão só.

2 de abril de 2005

O meu pintassilgo

Deve estar por aí a aparecer o meu pintassilgo.
Vem com Abril, para ocupar o seu lugar de eleição.
Sinto-lhe a falta, agora os habituais melros chegaram...
Image hosted by Photobucket.com


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com